segunda-feira, 29 de novembro de 2010

AQUELE DO TEMPO

Ela estava perdida. Não sabia se precisava de isolar ou se era melhor um consolo. De tanta tristeza preferiu ficar quieta e fingiu que estava tudo em ordem. Quando encontrava alguém, sorria e afirmava que tudo estava bem, mesmo estando explicito as cicatrizes, mesmo seus olhos não brilhando mais. Era melhor assim do que mostrar o quanto havia magoa n seu coração.

O que não mata nos fortelece e esse foi o lema durante bastante tempo. O que de certa forma a fez ressuscitar? Saber que não tem magoa ou saudade que o tempo faça acabar.

[Ainda enferrujada, portanto sem muitas idéias para um post legal apesar da quantidade de coisas novas para contar.]

Saudades de todos.
Beijo, tchau!

2 comentários:

Garota Enxaqueca 3 de dezembro de 2010 02:22  

Bom te ter de volta, guapa....

Reorganize as. Ideias e nos coloque a par desse 1 ano em silencio....

Besotes

Maldito 8 de dezembro de 2010 19:59  

Não está tão enferrujada assim,.. sempre digo que escrever é algo que deve ser exercitado, aumentando as doses aos pouco.
Que vc fique cada vez amis forte!
Inté!

About This Blog

Lorem Ipsum

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP